quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Ex-companheiro fura os olhos de mulher após tortura

Atualizado em 04/09/2013



Após ser torturada e ter os olhos perfurados, a operadora de caixa Mara Rúbia Guimarães, de 27 anos, se recupera das lesões na casa de uma irmã, em Goiânia. Segundo a polícia, o responsável por tentar matá-la é o ex-marido, que não aceitou o fim do relacionamento. Ele está foragido.

Raquel Mori, mãe da mulher, acompanhou a filha a uma consulta na segunda-feira (2). “O médico disse que ela pode não enxergar mais”, afirmou ao G1. Mara Rúbia teve perda parcial da visão e corre o risco de ficar cega. 
Raquel, que morava em Corumbá de Goiás, no leste de Goiás, teve de mudar para a capital para cuidar da filha.  De acordo com ela, a mulher estava com uma cirurgia marcada para segunda-feira (2), mas como o olho estava muito inflamado, o procedimento não pôde ser realizado. Dentro de três semanas, ela vai fazer outro exame para ver quais são as suas condições.


Mara Rúbia foi torturada e teve os olhos perfurados na última quinta-feira (29), em Goiânia. Após passar três dias internada no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), ela recebeu alta médica no domingo (1º). De acordo com os familiares, o casal teve um filho, mas após seis anos de casamento se separou. Esta não seria a primeira vez que o homem agrediu a ex-mulher. “Ela chegou a registrar boletim de ocorrência quando ele invadiu a casa dela, há três semanas”, afirmou uma prima, que não quis se identificar.
 
Na manhã da última quinta-feira (29), de acordo com a família, o homem voltou a invadir a casa da operadora de caixa. Após torturá-la e perfurar seus olhos, o agressor fugiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário